'>

Pesquisar

Carregando...

Governo quer reduzir benefícios em casos de aposentadoria por invalidez.

O governo quer reduzir as despesas com aposentadorias por invalidez e estuda fixar uma meta de corte de 40% na quantidade de benefícios até 2019. Para alcançar essa meta, está elaborando um plano de reabilitação dos segurados, tanto do ponto de vista da saúde quanto da profissão, que permita a reinserção dos profissionais no mercado de trabalho. De acordo com estimativas da Previdência, a medida levará a uma economia de R$ 25 bilhões por ano, quando todo o sistema estiver funcionando.
O GLOBO noticiou que, sem uma reforma na Previdência, os gastos só com o pagamento de aposentadorias públicas vão consumir 46% do PIB em 2030. O percentual hoje é de 18,7%. As projeções levam em conta o envelhecimento da população, que ocorre em ritmo mais intenso que o previsto.
Em relação às aposentadorias por invalidez, o cálculo do governo inclui, além dos gastos com trabalhadores da iniciativa privada, os funcionários públicos e ações específicas na concessão de auxílio-doença por prazos mais longos, entre quatro e seis meses.
Dados da Previdência mostram que o gasto com trabalhadores afastados definitivamente do serviço em função de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais mais que quadruplicaram entre 2002 e 2014 de R$ 8,2 bilhões para R$ 34,8 bilhões. As concessões de aposentadorias subiram quase 30%, de 2,4 milhões para 3,1 milhões, no mesmo período. E as despesas com auxílio-doença aumentaram de R$ 5,4 bilhões em 2002 para R$ 18,1 bilhões em 2015.
Um grupo de trabalho formado pelos Ministérios da Previdência, Saúde, Planejamento e Trabalho tem até 10 de janeiro para concluir o projeto, que será apresentado à presidente Dilma Rousseff. Na prática, a proposta é fazer uma triagem no universo dos aposentados por invalidez para verificar a possibilidade de reabilitação, com doação de próteses, por exemplo, e encaminhamento a curso de qualificação e treinamento para inserção no mercado.
“Todos ganham com política de reabilitação”Quem der entrada a pedido de auxílio-doença também será reavaliado dentro da perspectiva de troca de função, caso a previsão seja de afastamento prolongado. A proposta prevê integração dos ministérios com o setor privado, via sistema “S”, e a inclusão do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), que reserva 5% das vagas para deficientes.
A legislação atual já prevê revisão das aposentadorias por invalidez a cada dois anos, mas dificuldades na implantação de um sistema de reabilitação e falta de entrosamento entre órgãos públicos dificultam o cumprimento da exigência. Desta vez, segundo o secretário de Previdência Social, Leonardo Rolim, há disposição de pôr em prática uma política de reabilitação e de fazer controle mais rigoroso dos benefícios. “Estamos trabalhando numa proposta concreta para reabilitar os trabalhadores e reduzir os gastos com aposentadoria por invalidez.”
Segundo ele, as aposentadorias por invalidez no Brasil representam 18% do total de afastamentos definitivos pagos pelo INSS, e a ideia é reduzir essa proporção para 10%, patamar semelhante ao de países que executam políticas de reabilitação, como Espanha e Holanda.
(…) Por Reinaldo Azevedo

Humor...


trânsito de parauapebas

Parabéns Prefeito Valmir Mariano.



Passávamos eu, minha esposa e filho pela Rodovia Estadual, quando me deparo com uma multidão, gritaria de criança, gargalhadas, aquele som de felicidade que lembra a casa da vovó no Natal.

Estacionamos, e caminhamos em direção à essa maravilha que podem ver no vídeo. No estacionamento, enquanto caminhávamos, foi possível ver pessoas fazendo piquenique na grama do canteiro, e famílias inteiras reunidas, pais e filhos, avós e netos, e todo mundo junto, curtindo um momento em família. Meu filho já estava eufórico, querendo soltar minha mão e correr em direção aos brinquedos. Soltei sua mão e ele gritava de felicidade ao ver tantas crianças juntas. Como ele estava com a mãe, eu nem vi pra onde foram. Eu olhei o rosto de cada uma das pessoas ali presente, e li a felicidade em seus semblantes. Foi maravilhoso, e por cinco minutos, eu nem pensei na diversão de meu próprio filho, fiquei ali, encantado com o sorriso dos filhos dos outros, e imaginando a felicidade dos pais que estavam ali, que assim como eu sofriam por não ter antes um lugar de qualidade para levar seus filhos.

Fiquei com vontade de registrar tudo, e fiz três videos para mostrar a quantidade de pessoas, e as crianças brincando. Fiz outros vídeos depois com meu filho brincando, mas os 3 primeiros, ele nem aparece em nenhum deles.

Sou filho de Parauapebas, nasci e fui criado aqui. Sou de antes da emancipação, e vi todos os prefeitos que por aqui passaram. Não tenho pretensões políticas, ou pertenço a algum partido. Mas gostaria de com esses vídeos, parabenizar a gestão atual, e dizer que diferente do que aparece em jornais que sabemos ser tendenciosos, eu tenho visto o trabalho e a mudança nessa cidade. Moro aqui há 28 anos, e só agora vejo a cidade aparecer, dar gosto de morar, e os resultados de alguém que leva a sério o que lhe foi proposto fazer.

Continue trabalhando dessa forma, e não se deixe abater pela mídia que vem de fora e não está mais recebendo do governo como recebia antes e agora late para todo lado, ou como os formadores de opinião daqui, que costumavam não enxergar nas gestões passadas, e que agora, diante de tudo o que tem sido feito, procuram defeitos em todos os setores para ver se ganham um cala a boca.

Parabéns Prefeito Valmir Mariano. O trabalho bem feito deve ser reconhecido, mesmo que muitos venham me dizer que é apenas a obrigação, é obrigatório e está sendo feito, e eu venho a público agradecer o que tem feito pela nossa cidade.
Lugar de dinheiro público é em praças, obras de saneamento básico, escolas, creches, hospitais e no que mais beneficia a população. Deixe mesmo que os jornalistas daqui ganhem com suas propagandas em horário nobre, e com publicidade no cantinho de seus blogs, não de verbas públicas.

Creditos: Diego Domingues

Cobradora e motorista de Van em Parauapebas Zombam de Cidadãos.

Prefeitura doa viatura para PM de Parauapebas utilizar na ronda escolar.


Após entregar as chaves do veículo ao ten-cel. PM Sandro Queiroz, comandante da corporação militar, o prefeito Valmir Mariano declarou que a viatura se constitui num importante instrumento que vai ajudar a Polícia Militar inibir eventuais atos de violência contra a classe estudantil, principalmente no horário noturno.
“A segurança e o bem estar dos estudantes são compromissos de nossa gestão que vêm sendo atendidos ao longo desses quase dois anos de mandato”, reforçou o gestor municipal.
Ao receber a viatura, o comandante Sandro Queiroz afirmou que a partir desta semana será elaborado um sistema de rodízio para que as escolas do município sejam visitadas por policiais nos turnos do dia e da noite, principalmente em estabelecimentos educacionais onde a polícia já identificou índice de vulnerabilidade dos estudantes.
“O trabalho da polícia visa inibir eventual aproximação de alunos com o mundo do crime relacionado principalmente com drogas, e vice-versa, de forma preventiva e, se necessário, também repressiva”, esclareceu o comandante do 23º Batalhão de Polícia Militar.
De acordo com o secretário adjunto da Semed, Rui Amorim, esta é a segunda doação de veículos da Prefeitura de Parauapebas para colaborar com a Polícia Militar na ronda escolar. A primeira viatura foi um automóvel modelo Gol, que vem servindo à comunidade estudantil.
Fonte: ASCOM PMP

Monitoramento de fronteiras entra em funcionamento no MS.

Localizada em Dourados, no Mato Grosso do Sul, a primeira unidade do Sistema Integrado de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron) entrou em atividade nessa quinta-feira (13).
A ferramenta é um dos principais projetos estratégicos do Exército e tem como objetivo fortalecer a presença e a capacidade de ação do estado na faixa de fronteira, auxiliando as forças policiais a combater ilícitos como tráfico de drogas, roubos e contrabando.
Para isso, o sistema fará uso de equipamentos tecnológicos de ponta, como radares e outros meios de sensoriamento, que serão aplicados ao longo dos 16,8 mil quilômetros da fronteira nacional.
Isso equivale a um monitoramento de aproximadamente 27% do território do País, abrangendo os Comandos Militares da Amazônia, do Norte, do Oeste e do Sul.
Na 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, local onde foi implantado o projeto-piloto do sistema, foi feita uma demonstração de como essa primeira unidade funcionará na prática, com posto de bloqueio e controle de estradas, e o acompanhamento de todas essas atividades em tempo real.
A brigada, subordinada ao Comando Militar do Oeste, tem atuação desdobrada na faixa de fronteira com o Paraguai, abrangendo um espaço de cerca de 600 km do Mato Grosso do Sul.
Orçado em R$ 12 bilhões, o Sisfron fortalecerá a atuação do Exército na faixa de fronteira e ajudará a promover maior interação entre as Forças Armadas e órgãos de segurança pública e inteligência.
Além disso, por envolver a indústria nacional de defesa desde a sua concepção, o projeto impulsiona a capacitação tecnológica e o domínio de conhecimentos considerados indispensáveis à defesa do País.
Estima-se que, nos próximos anos, serão gerados cerca 1 mil empregos diretos e 4 mil indiretos com a instalação do novo sistema.

Humor...


Belém: Usuários do transporte coletivo reclamam dos poucos veículos na RMB

Vejam o vídeo da reportagem no Jornal Liberal 1º Edição.

Enquete discute possível nome para prefeito de Parauapebas

Os internautas da região vem apresentando uma certa preocupação no que refere ao futuro político de Parauapebas. Uma enquete, criada a pouco mais de 1 mês no grupo EU AMO PARAUAPEBAS, no facebook, discute um possível nome para se lançar a candidato a prefeito de Parauapebas. A enquete vem expondo uma participação assídua dos internautas e chamando atenção no grupo.

Vários nomes estão dispostos a votação na enquete, sendo a maioria pessoas que ainda não tiveram em condições de figuras públicas. Os nomes que apresentam um maior interesse para os internautas são Dr. Charles e Joddal Simon.  Joddal Simon, participante do grupo, vem sendo o nome mais debatido e que tem mais votos até o momento, o mesmo vem mantendo interação com todos os participantes desde o princípio da iniciativa.

Você também pode acompanhar e participar da enquete: Clique aqui.


.