Na tarde desta segunda-feira (26), em clima de muita comoção, por volta das 15h30min o corpo do advogado Jakson Souza e Silva, que era presidente da OAB Subseção Parauapebas, morto no último sábado (24) em Manaus-AM, chegou na “capital do minério”.
Na oportunidade, cerca de 300 pessoas, entre advogados, familiares, empresários e amigos de Jakson, esperavam a chegada do corpo em um aeroporto particular de Parauapebas.
Em cortejo, as pessoas saíram do aeroporto em direção a Sede da OAB Parauapebas que fica localizada no Bairro Cidade Nova. O corpo foi deslocado em um caminhão aberto do Corpo de Bombeiros que percorreu as principais ruas da cidade, em uma espécie de despedida.
Segundo nota oficial da OAB Pará, o sepultamento acontecerá nesta terça-feira (27), em um cemitério público do município. O presidente da OAB/PA, Jarbas Vasconcelos, acompanha o traslado do corpo e as investigações do caso.
O delegado geral do Amazonas informou à Polícia Civil do Pará que Jakson da Silva chegou a receber ameaças de morte – por telefone – em 2013.
Manifesto
Está programado para a tarde desta terça uma grande manifestação em todas as subseções da OAB no estado do Pará. A categoria deverá promover caminhadas nos municípios, em repúdio à onda de violência no estado, que já vitimou oito advogados nos últimos quatro anos.
SEGUP
Na tarde de hoje, às 16h, na sede da OAB, o presidente da OAB, Jarbas Vasconcelos e alguns advogados integrantes da diretoria da instituição, reuniram com o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Jeannot Jansen. O encontro foi marcado antes do assassinato, mas em pauta deverá constar a morte de Jakson Souza e Silva.
Sepultamento
Amanhã (27), uma equipe de advogados, diretores, conselheiros e membros de comissões da seccional paraense, embarcam para Parauapebas, onde acompanharão, às 10h, o sepultamento do advogado.
Reportagem e fotos: Bariloche Silva (Pebinha de Açúcar) – Com informações da OAB Pará