'>

Pesquisar

Carregando...

Prefeitura apresenta à imprensa novo sistema de transporte público


Linhas mais curtas, oito novos pontos de integração que vão agilizar ainda mais as viagens, segurança, qualidade dos veículos, além do uso de bilhetagem eletrônica fazem parte da proposta do novo Sistema de Transporte Público apresentada durante a manhã desta sexta-feira (8), em uma coletiva de imprensa realizada pela Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), junto com a Central de Vans, no auditório da Prefeitura de Parauapebas.


Segundo o consultor de Transporte, José Bento Gonçalves, para que o sistema fosse implantado foi realizado um estudo junto à comunidade com a finalidade de entender as principais necessidades e melhorias que poderiam ser proporcionadas aos usuários. “Nós também estamos preparados para fazermos ajustes, caso seja necessário”, esclareceu.
Outra questão abordada durante o evento foi com relação à segurança durante as viagens. Para o presidente da Central, Jovelino Mendes do Amaral, é importante o uso da bilhetagem eletrônica para diminuir os riscos de assaltos nos coletivos.
“Nós estamos trabalhando incansavelmente para trazer com essa nova modalidade de operação, vários benefícios à população. Teremos a integração, que possibilitará o usuário chegar a seu destino apenas com uma tarifa. Todos nossos veículos são climatizados e a Central já estuda a aquisição de mais veículos para reduzir a superlotação nos horários de pico”, destacou Jovelino.
De acordo com o presidente da Associação de Imprensa e Comunicação de Parauapebas (Aicop), Frank James, eventos como esse são importantes para que haja a troca de ideias e para que os projetos possam ser aprimorados ainda mais. “Nós esperamos que as colocações feitas aqui sejam agregadas para que o transporte alcance a qualidade idealizada”, acrescentou.
O novo sistema entrará em funcionamento a partir do dia 19 de maio deste ano. Para o diretor do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), Gleidson Almeida, a imprensa e a sociedade são fundamentais para que sejam feitos os ajustes necessários. 

Reajuste salarial aprovado aos Servidores Públicos de Parauapebas

Foram aprovados os projetos de lei que dispõem sobre o reajuste salarial e o aumento do valor do vale alimentação dos servidores públicos municipais da Prefeitura e da Câmara de Parauapebas.

As propostas foram aprovadas nesta terça-feira (28), em duas sessões da Câmara, uma ordinária e outra extraordinária. O reajuste aprovado foi de 10% sobre o salário base dos efetivos e contratados, e 6,59% para os nomeados (comissionados). Já o vale alimentação passou de R$ 350,00 para R$ 400,00 para todos os servidores. Ambos retroativos a janeiro deste ano.

O reajuste de salário dos servidores da prefeitura está previsto no Projeto de Lei nº 010/2015. Já o dos servidores da Câmara no Projeto de Lei nº 0011/2015. As duas propostas têm redação semelhante. Apontam que se chegou ao percentual de 10% juntando 6,59%, referente à variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e 3,41% referente ao aumento real dos servidores efetivos.
O reajuste não se aplicará aos vereadores, prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e equivalentes.

Os projetos apresentaram também a estimativa de impacto financeiro e orçamentário, evidenciando a viabilidade da concessão, em atendimento às disposições da legislação pertinente, em especial à Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei nº 101/200).

Vale alimentação
Assim como o reajuste salarial, o aumento do valor do vale alimentação foi realizado de forma semelhante pela Câmara e a Prefeitura.
Com a aprovação dos projetos, será concedido um aumento de 14,29% no valor do auxílio alimentação, que passará de R$ 350,00 para R$ 400,00. O aumento do valor do vale para os servidores do Legislativo foi apresentado por meio do Projeto de Resolução nº 003/2015. Já dos trabalhadores do Executivo foi pelo Projeto de Lei nº 009/2015.

Votação
Os quatro projetos foram aprovados por unanimidade pelos vereadores. Exceto as propostas de reajuste, que tiveram um voto contrário do vereador José Pavão (SDD). O parlamentar não concordou com o percentual diferente para servidores efetivos e comissionados.

“Concursados e contratados vão ganhar 10% e os nomeados vão ganhar 6,59% de aumento. Isso não é justo. No meu ponto de vista, todos têm que ser iguais. Por isso, no debate nesta Casa, estávamos defendendo a isonomia. Agora dizem que o sindicato foi lá e já negociou. Hora, mas nós precisamos fazer parte da discussão. O servidor concursado, contratado e nomeado, para mim, são todos iguais”, defendeu Pavão. O parlamentar também defendeu um valor maior para o vale alimentação. “Podia chegar a R$ 500,00, porque dinheiro tem”, afirmou.

Por sua vez, Zacarias Assunção (PP) ressaltou que não cabe ao Legislativo fazer reajustes. Além do mais, os percentuais definidos foram amplamente discutidos com os sindicatos, e os projetos disponibilizam dados orçamentários e financeiros para justificar os valores propostos. “Quem fala do orçamento é quem tem a posse dele, ou seja, o Executivo”, destacou.

Pavão, Eliene Soares e Israel Miquinha questionaram por que a Câmara, por meio da Mesa Diretora, não fez diferente da prefeitura e concedeu um reajuste de 10% para todos os servidores do Legislativo. O presidente da Casa, Ivanaldo Braz (SDD), informou que para isso ocorrer seria necessário fazer cortes. “Tem jeito sim, mas só se a gente demitir dois assessores de cada gabinete”. E quanto a Câmara participar das discussões, o presidente relatou que os vereadores foram convidados para participar das reuniões em que o reajuste foi discutido com o sindicato.
Sessão extraordinária
Como os projetos precisam ser apreciados em duas votações, a Câmara realizou duas sessões nesta terça-feira para aprová-los de modo mais rápido. Primeiramente, foi realizada uma sessão ordinária, na qual os projetos de reajuste salarial e de aumento do valor do vale alimentação foram apresentados, discutidos e depois votados. Logo após o encerramento desta, foi aberta uma sessão extraordinária apenas para fazer a segunda votação das propostas.

Os projetos entram em vigor a partir da data de sua publicação. A Câmara Municipal efetuará o pagamento do valor referente ao reajuste e ao vale alimentação em uma folha complementar. Os valores serão pagos de forma integral no dia 1 º de maio. A prefeitura ainda não informou quando e como será feito o pagamento.

Texto - Nayara Cristina/Ascom-CMP

Reajuste salarial aprovado aos Servidores da Câmara Municipal

Câmara pagará reajuste salarial dos servidores em folha complementar
Os servidores da Câmara Municipal de Parauapebas terão um motivo a mais para comemorar no dia 1° de maio, data em que é festejado o Dia do Trabalhador.
A Câmara fará o pagamento integral dos valores referentes ao reajuste salarial e ao vale alimentação, retroativos a janeiro de 2015, nesta sexta-feira.

Na terça-feira (28) foram aprovados o Projeto de Lei nº 0011/2015, que prevê um reajuste de 10% sobre o salário dos servidores efetivos e de 6,59% no dos comissionados, e o Projeto de Resolução nº 003/2015, que aumenta em 14,29% o valor do vale alimentação, que passará a ser de R$ 400,00.
O presidente da Câmara, Ivanaldo Braz (SDD), informou que mobilizou o departamento financeiro da Casa para que o pagamento fosse efetuado o mais rápido possível. “O servidor já esperou muito. Nada mais justo do que fazer logo este pagamento e de forma integral. É um presente em comemoração ao dia do trabalhador”, destacou.
Texto - Nayara Cristina/Ascom-CMP

Reajuste e Vale Alimentação para servidores ainda não foi aprovado

Na Sessão Ordinária da Câmara Municipal de quarta-feira (22 de abril), não foi colocado em pauta o Projeto de Lei do Reajuste Salarial e Vale Alimentação, devido brigas politicas internas entre os vereadores do Partido Solidariedade-SDD, que não chegaram a um acordo e atrasaram novamente o reajuste para os Servidores Públicos de Parauapebas.
O SINSEPPAR, através de sua Diretoria não mediu esforços em busca de solução quanto à apresentação e aprovação dos Projetos de Lei do Reajuste Salarial e Vale Alimentação junto aos vereadores, porém, a falta de solidariedade para com os servidores públicos de Parauapebas e a briga interna entre os membros do Partido Solidariedade (SDD), ocasionaram o adiamento da inclusão na pauta da sessão.
O SINSEPPAR repudia veementemente tal atitude tomada pelo Partido Solidariedade de Parauapebas, que demonstraram que os interesses políticos pessoais estão acima dos interesses coletivos. Esperamos que este imbróglio criado por este partido seja resolvido o quanto antes, e que seus representantes se sensibilizem com a causa dos servidores Públicos deste Município. 
E para esclarecer as especulações oportunistas, em breve o SINSEPPAR estará divulgando o resumo do pronunciamento de cada vereador na sessão do dia 22/04, além da disponibilização do áudio para que todos os servidores realizem sua avaliação pessoal dos representantes populares, e desde já, convoca todos os servidores para comparecerem maciçamente na Câmara dos Vereadores, na sessão da próxima terça (28 de abril), às 16h.

Prefeitura dá mau exemplo no trânsito

Prefeitura dá mau exemplo no trânsito (Foto: Divulgação)

SEMOB
Em nota , a Prefeitura de Belém, por meio da Semob, informa que conforme a lei 9503 do Código de Trânsito Brasileiro, viaturas de polícia, carros de socorro, incêndio, fiscalização de trânsito e ambulância gozam da livre parada, estacionamento e circulação.

Tarifas de táxis estão mais caras em Belém

Depois de três anos sem reajuste, os táxis que circulam na Grande Belém tiveram aumento de 17,36 % no valor das “bandeiradas”.
A bandeirada, que até quarta-feira (23) custava R$ 4,78, passou agora para R$5,61. Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA), o reajuste, que foi aprovado Conselho Municipal de Transporte de Belém, levou em conta a inflação acumulada de 21% de março de 2012 a fevereiro deste ano.
Até a regularização de todos os Taxímetros pelo Imetro, os táxis de Belém estão utilizando tabelas distribuídas pelo sindicato da categoria.
(DOL, com informações do Dieese/PA)

Motorista que atropelou Jonas Quirino é condenado

A sentença foi divulgada na terça-feira (14/04/2015), após sete horas de julgamento. O júri foi formado por sete pessoas da comunidade. A Justiça também determinou uma indenização de no mínimo R$ 50 mil para a família da vítima.

O acusado teve a prisão preventiva decretada em junho de 2014, mas estava foragido e foi preso há dois meses. Ele foi condenado a seis anos de prisão em regime semiaberto pelo crime de homicídio doloso com dolo eventual, quando o acusado assume o risco de matar.


1º PUBLICOM 2015 Xinguara

O Publicom é a Semana de Comunicação do Estado do Pará, evento promovido pelo governo do Estado, em parceria com a Prefeitura Municipal de Xinguara, por meio da Secretaria de Comunicação, cujo propósito é oferecer treinamentos e capacitação para profissionais envolvidos na comunicação paraense. Neste ano, o projeto amplia seus horizontes e realiza eventos também nos interiores, a fim de compartilhar o conhecimento e se aproximar ainda mais daqueles que fazem comunicação nas regiões mais distantes da capital. 

O primeiro Publicom de 2015 será realizado em Xinguara e assessores do município, empresários do ramo, profissionais de comunicação de toda a região são nossos convidados especiais. O evento terá dois dias de duração, 28 e 29 de abril, das 8h às 18h. 


PROGRAMAÇÃO:

28/04 (Terça-feira)

8h – Abertura: Prefeito de Xinguara Osvaldinho Assunção e Secretário de Comunicação Daniel Nardin

 9h – Diretores Secom: Paulo Silber e Antonio Neto

 10h – Coffee Break

 10h15 – Bate-Papo: "Os Desafios da Comunicação no Interior do Pará: Problemas e Soluções"

12h/14h – ALMOÇO


14h – Workshop: Comunicação Digital no Setor Público – Noções Básicas

Profissionais: Petterson Farias e Luiza Coutinho

 14h – Workshop: Assessoria de Comunicação

Profissional: Sonia Ferro


29/04 (Quarta-Feira)

8h – Abertura: Representantes Locais

10h – Coffee Break

10h15 – Palestra: Úrsula Vidal

12h/14h – ALMOÇO

14h – Comunicação Popular – Como fazer?

Profissional: Danielle Franco

14h – Workshop: Texto Jornalístico

Profissional: Paulo Silber

14 – Workshop: Fotojornalismo

Profissional: Sidney Oliveira


Faça Sua Inscrição aqui

G1: Obras da nova carceragem estão paradas

Atualmente 167 internos estão divididos em quatro celas, para 60 presos. Na quarta-feira (8/04/2015), oito presos fugiram da carceragem.


As obras da nova cadeia pública de Parauapebas estão paradas e o prédio antigo está superlotado. O espaço tem capacidade para 60 presos, mas atualmente 167 internos estão divididos em quatro celas. Localizada no centro da cidade, a cadeia existe há 30 anos. Foi onde funcionou a primeira delegacia de polícia civil do município.
Na quarta-feira (8), oito presos fugiram da carceragem da Polícia Civil. A Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) informou que a fuga ocorreu por volta de 3h da madrugada.
Segundo a Susipe, os presos serraram uma das barras da grade de ferro da cela de número 3 da unidade para acessarem o corredor da carceragem, onde fizeram um buraco no teto e conseguiram fugir. Agentes prisionais acionaram policiais militares de plantão, que chegaram a efetuar disparos de advertência, mas não conseguiram coibir a fuga.
Nos últimos dois anos, foram registradas outras duas fugas. Em novembro de 2013, a polícia conseguiu impedir uma saída em massa.
“Há um descompasso entre a necessidade da cidade e os presos que ali estão. Isso precisa ser corrigido. Do ponto de vista da Justiça, o que a gente tenta fazer é acelerar os processos das pessoas”, explica Líbio Araújo Moura, juiz da vara criminal de Parauapebas.
Orçada em mais de R$ 4 milhões a obra começou em 2012 e deveria ficar pronta em 540 dias, cerca de um ano e meio. Passados quase três anos, as obras continuam paradas. A capacidade é para 306 presos.
Integrantes do Conselho da Comunidade, órgão ligado à Justiça, e responsável também pela fiscalização carcerária em Parauapebas, estiveram no local e viram de perto a situação de abandono da obra e garantiram que vão continuar cobrando a conclusão do projeto.
“Nós iremos confeccionar um novo relatório. Iremos à Brasília, até o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para tentar resolver esse impasse, porque o governo do estado que tem essa atribuição constitucional de efetivar a segurança pública não tem feito em Parauapebas”, disse Helder Gonçalves, presidente do conselho da comunidade.

Novo ministro da Educação faz apelo para os reitores federais economizarem verba

Novo ministro da Educação faz apelo para os reitores federais economizarem verba

Nos primeiros dias no cargo, o recém-empossado ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, tem investido na racionalização de gastos. Ele endossou uma mudança na forma de repassar recursos do Pronatec, conclamou os reitores a fazerem compras de material juntos para obtenção de melhores preços e dá o exemplo em pequenas ações. Ainda recorrendo ao secretário-executivo, Luiz Cláudio Costa, para questões mais técnicas da pasta, Janine falou ao GLOBO de desafios, ética e o papel das famílias na educação.

Leia mais sobre esse assunto em: http://oglobo.globo.com/sociedade/educacao/novo-ministro-da-educacao-faz-apelo-para-os-reitores-federais-economizarem-verba-15818789#ixzz3XTmSDuqw 
© 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. 

Polícia Militar estaria envolvida na morte do Dr. JAKSON

São 3 (três) assassinatos e uma tentativa de assassinato envolvendo pessoas que faziam oposição ao governo municipal de Parauapebas ou algo que contrariava membros do governo municipal e empresários com contratos na prefeitura da cidade paraense.


Elo entre os crimes é claro como a luz do SOL

O elo entre as vítimas está posto, deveria ser a primeira linha investigatória, elementar, muito elementar.

2 (dois) anos e nada esclarecido

Dos dois primeiros assassinatos, do advogado, Dr. DÁCIO, e do líder comunitário, o GRANDE, logo completará 2 (dois) anos e nada foi esclarecido, está mais que na hora da Polícia Civil do Amazonas e do Pará pedirem ajuda à POLÍCIA FEDERAL para elucidar o caso.


Referências: Sol do Carajás

Odebrecht pagou viagem de Lula por três países

A construtora Odebrecht bancou uma viagem realizada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em janeiro de 2013, que passou por Cuba, República Dominicana e Estados Unidos e que oficialmente não tinha qualquer relação com atividades da empresa nesses países.

Segundo reportagem de "O Globo" publicada neste domingo (12), Lula viajou acompanhado por pessoas próximas, como funcionários de seu instituto, o escritor Fernando Morais e o presidente do sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques.

O único integrante da comitiva que não fazia parte do círculo do ex-presidente era Alexandrino Alencar, atual diretor de Relações Institucionais da Odebrecht. Alencar foi apontado por três delatores da Operação Lava Jato como o responsável por operar as propinas da empresa no exterior. Ele nega.
De acordo com o jornal, a empresa Líder Táxi Aéreo, responsável pelo voo, o classificou como "completamente sigiloso". A viagem, que custou R$ 435 mil, foi paga pela DAG Construtora, da Bahia, uma das parceiras comerciais da Odebrecht.

Segundo a construtora, o traslado pelos três países foi pago em função da agenda do ex-presidente na República Dominicana. O Instituto Lula confirmou a realização de palestra no país.
Em anúncio publicado na edição desta segunda de "O Globo", a Odebrecht afirmou ter pagado por palestra de Lula na República Dominicana e ressaltou que não há nada "ilegal ou sigiloso" no evento. 

Folha

19 anos do Massacre de Carajás

eldorado_carajas_700Há quase 19 anos, uma marcha de trabalhadores rurais que ia para Belém, capital do Pará, terminou em um dos mais sangrentos episódios de violência no campo da história recente do país. Por seu simbolismo, o “massacre de Eldorado do Carajás”, ocorrido no dia 17 de abril de 1996, tornou-se um marco na luta pela terra no Brasil e no mundo.
Ao todo, 19 sem-terra foram mortos quando a Polícia Militar do Estado recorreu à força para desobstruir um trecho da rodovia PA-150, que atualmente é chamada de BR-155, conhecido como “curva do S”, no município de Eldorado do Carajás, a cerca de 750 quilômetros de Belém. Outras duas vítimas faleceram depois, por não resistirem aos ferimentos causados pela repressão.
Para marcar a data, em 2002 foi instituído o Dia Nacional da Luta pela Reforma Agrária, celebrado em 17 de abril. A iniciativa partiu da então senadora Marina Silva e foi convertida em decreto assinado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.
Foi também o massacre ocorrido no sudeste do Pará que originou o chamado “Abril Vermelho”, jornada nacional de mobilizações organizada todos os anos pelo MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) para cobrar a realização da reforma agrária.
Em Eldorado dos Carajás, onde foi criado o assentamento 17 de abril em parte da área que era reivindicada pelos trabalhadores mortos em 1996, uma semana de atividades foi programada. Segundo Eurival Martins Cardoso, um dos coordenadores do MST na região, vivem hoje no assentamento 6.000 pessoas. A área, que foi desapropriada, é de 18 mil hectares, dividida em 690 lotes da reforma agrária. Cada quota de terra, de 25 hectares, foi entregue a uma família.
Na “curva do S”, em Eldorado do Carajás, dezenas de pessoas ligadas ao MST já estão acampadas aos arredores da BR-155 e já iniciam as programações do “Abril Vermelho”, onde a qualquer momento a estrada é interditada e posteriormente liberada pelos sem-terra.

China cortará imposto sobre minério de ferro em novo golpe para preços já fracos

A China se movimenta para apoiar sua indústria de minério de ferro, que enfrenta dificuldades, cortando impostos, potencialmente ampliando um excesso de oferta global e enfraquecendo a estratégia das mega mineradoras de forçar concorrentes de alto custo para fora do mercado.
A mineradora brasileira Vale e as australianas Rio Tinto e BHP Billiton têm buscado forçar a saída das mineradoras com custos mais altos e menos eficientes na China, para abrir caminho para um novo fluxo de produção.
Porém, o gabinete da China disse na quarta-feira que cortará o imposto que cobra de produtoras domésticas de minério de ferro pela metade para 40 por cento da taxa básica a partir de 1o de maio, em uma tentativa de ajudar mineradoras que têm acumulado prejuízos em meio à queda dos preços globais.
“A oferta desse subsídio fiscal significa que as mineradoras chinesas continuarão a produzir. Se esse é o caso, a estratégia das três maiores fornecedoras de forçar a saída da oferta chinesa de alto custo do negócio não vai funcionar”, disse a analista de mineração da Argonaut Securities Helen Lau.
O preço do minério de ferro vem caindo quase em queda livre há mais de dois anos, recuando 25 por cento apenas em fevereiro, atingindo menos de 50 dólares por tonelada nos últimos dias para seu menor nível desde que o The Steel Index começou a compilar os preços em 2008.

Fonte: Reuters

Parauapebas registra duas mortes violentas no final de semana

A cidade de Parauapebas foi palco de duas mortes de forma violenta no último sábado (21). Antônio Isaías de Carvalho foi vítima de acidente de trânsito na estrada municipal Faruk Salmen e Joelson Pietro foi executado com dois tiros na cabeça no Bairro Altamira.

De acordo com informações do delegado Thiago Carneiro, diretor da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, no primeiro caso uma pessoa já foi identificada e no final das investigações ela poderá ser indiciada por homicídio culposo, em que não se tem a intenção de matar.

“Antônio Isaías trafegava de moto por volta das 21h30, próximo à sede do Detran, quando um ônibus de uma empresa da cidade colidiu contra a motocicleta e, infelizmente, o condutor da moto morreu", explicou o delegado, acrescentando que o ônibus foi apreendido no pátio da Polícia Civil para submeter-se a perícia pelo Centro de Perícias Científicas "Renato Chaves" e apontar as causas da colisão.

Segundo ainda a autoridade policial, o motociclista teria invadido a contramão e atingido o farol do ônibus, porém essas informações ainda serão averiguadas e a perícia vai determinar a frenagem e se houve invasão de algum dos lados.

Sou prefeita interinamente, diz Ângela


A gente aguarda  realmente que a justiça, ela venha tomar conhecimento de todos os fatos, que as CMP apresentaram pra que a gente venha dar andamento, mas de fato estou sendo a Prefeita Interinamente, diz Ângela em entrevista à matéria do Jornal Liberal.


VOCÊ É A FAVOR DO AFASTAMENTO DO PREFEITO?

Vote na nossa enquete que está fixada ao lado, se deseja expor sua opinião deixe um comentário aqui abaixo.

Equipes de saúde de Parauapebas estão acima da média em avaliação do governo federal

Muito acima da média, essa foi a nota que a equipe 004, da Unidade de Saúde da Família (USF) Fortaleza, recebeu do Ministério da Saúde como resultado da avaliação do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade na Atenção Básica (Pmaq). Outras duas equipes, uma da mesma unidade e outra do Novo Brasil, também foram bem avaliadas e receberam a nota acima da média.

Veja a matéria completa

IBGE cancela contagem da população devido a corte no orçamento de 2015

O Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão informou ao Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), ontem, que a pesquisa de contagem da população brasileira, prevista para 2016, não poderá ser realizada. O motivo para o cancelamento foi a “contenção” orçamentária para o ano de 2015, segundo o comunicado interno da entidade. O Ministério do Planejamento também afirmou que a decisão ocorreu a despeito da instituição estar preparada tecnicamente para a realização da contagem.

Segundo o IBGE, o próprio instituto já sabia que o corte estava previsto desde setembro de 2014, e vinha insistindo para que a pesquisa fosse realizada. No comunicado interno que confirma o cancelamento, o órgão declarou que o corte havia sido informado no BI nº 72, de 1º/09/2014. Desde então, ainda segundo a entidade, a direção estava tentando formas de reverter a decisão.
Agora, o IBGE irá concentrar o trabalho no planejamento do Censo Agropecuário de 2016 e também na redefinição do plano de trabalho da Base Territorial e do Cadastro de Endereços (CNEFE). “É fundamental que todos se mantenham mobilizados e estruturados em torno destas operações que vínhamos desenvolvendo em concomitância com a Contagem”, ressaltou a direção.

Assanto a Banco em Canaã do Carajás

Informações nos chegam neste momento que em Canaã do Carajás, o Banco do Brasil, está sobre assalto e os bandidos estão causando alvoroços. Com mais informações atualizaremos esta matéria.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

.